Nos siga no Instagram

Episódios

Ouça no SoundCloud

Ouça no Spotify




Notícias

Postado em 07 de November de 2019 @ 4:38 pm | 32 views


Isolation
O Sepultura lançará mundialmente, na sexta-feira (8), em todas as plataformas digitais, o single Isolation. A música, que também terá o clipe divulgado, é faixa do novo álbum Quadra, com lançamento previsto para 7 de fevereiro de 2020. Segundo o autor da letra, o vocalista Derrick Green, Isolation trata do sistema prisional dos EUA. “A prática desumana do confinamento solitário muda a estabilidade mental dos prisioneiros. Eles não são reabilitados, mas transformados para pior. Uma vez lançados de volta à sociedade, todos pagamos o preço pelo que foi feito com eles”, explica Green.

O single foi escolhido para abrir o disco. “A faixa é mais tradicional, do thrash metal, mas tem elementos novos, como o coral e os arranjos de vozes que acompanha o Derrick. O disco foi composto desta forma: dividido em quatro – três faixas para cada lado -, como se fosse um disco de vinil duplo (A,B,C,D). O lado A, onde a Isolation abre é mais tradicional trash, que representa o discurso do Sepultura, mas sempre com elementos novos. Por isso, a Isolation tem essa característica rápida e tradicional”, diz o guitarrista Andreas Kisser.

O clipe, editado por Douglas Aguilar, foi feito com imagens captadas durante o show do Sepultura no Rock in Rio 2019. A apresentação no evento foi baseada nas capas históricas do Sepultura, que aproveitou para mostrar a capa do novo álbum e a música Isolation. Quadra foi gravado na Suécia e leva a produção de Jens Bogren, o mesmo do disco Machine Messiah, lançado em 2017. “Trabalhar com Bogren é sensacional. Foi fundamental. O produtor sempre é o quinto elemento da banda dentro do estúdio. Energia 100% dentro do disco. Ele expandiu a ideia de corais, de coisas de cordas”, comenta Kisser.

Quadra foi inspirado no Machine Messiah, um disco diferente na história do Sepultura, com elementos inusitados. “Com o Quadra estamos explorando as novas possibilidades que o Machine Messiah trouxe. O lado A é mais tradicional, trash metal; o B é mais percussivo, com ritmos brasileiros; O C vai um pouco mais além com o violão, mais instrumental como característica geral. É ir um pouco mais além; e o D é aquela coisa mais ‘groovada’, lenta, com melodia. Traz a participação da Emmily Barreto, do Far From Alaska. O vocal feminino casou muito bem com a voz do Derrick. O Quadra é uma consequência do crescimento do Sepultura”, diz.

O Sepultura trabalha a nova turnê prevista para março ou abril nos EUA. A participação da banda já está confirmada em alguns festivais de verão europeus e programa uma turnê na Europa, no final do ano, além de América do Sul e outros locais. Para Kisser, será uma turnê histórica, levando em consideração o momento em que a banda se encontra.

Bio
Formado em Belo Horizonte, em 1984, o Sepultura passou a ser uma das principais figuras no cenário underground que florescia para o thrash metal. Com sonoridade inventiva e exuberante e ao mesmo tempo crua e primitiva, a banda rompeu preconceitos ao fixar a América do Sul no mapa do metal assim como ajudou a dar forma para algo novo e brutal no heavy metal desde seus primeiros álbuns, Morbid Visions, Schizophrenia e Beneath The Remains. Obstinados a viajar para qualquer parte, o Sepultura construiu com firmeza uma das bases de fãs mais dedicada do planeta e, enquanto na década de 1990 muitas bandas tentavam se firmar criativa e comercialmente, os brasileiros conseguiram isso de ponta a ponta: em 1993, com Chaos AD, e em 1996, com Roots, clássicos instantâneos que provaram desde o lançamento serem extremamente influentes sobre várias gerações de músicos do metal.

A saída de Max Cavalera, frontman e membro fundador da banda em 1997. poderia ter descarrilado um grupo menos focado, mas mais tarde, naquele mesmo ano, a convocação do vocalista Derrick Green se provou um golpe de mestre.

As duas últimas décadas assistiram o Sepultura evoluir, diversificar e prosperar com o lançamento de uma sucessão de registros devastadores que adicionaram muita profundidade à ilustre biografia da banda. Da indiscriminada euforia causada pelo primeiro registro de Green no grupo, Against (1998), à Roorback (2003), para o brilhante e com riffs que guiam ao futurismo, Kairos (2011) e o extremamente aclamado The Mediator Between Head And Hands Must Be The Heart (2013), produzido por Ross Robinson, o progresso do Sepultura tem sido perpetuado com sua integridade artística impecável.

O álbum Machine Messiah é um disco com músicas cuidadosamente elaboradas, desafiadoras e impactantes. Lançado em 2017, traz o casamento perfeito entre os melhores solos de Andreas Kisser e a voz potente de Derrick Green, dois gigantes do heavy metal mundial.

Sonoridade e riffs bem encorpados são a essência do álbum. As faixas têm características únicas e não deixam de marcar a inovação musical do Sepultura.

Iceberg Dances, por exemplo, faz a guitarra de Kisser praticamente falar. “Há muitos elementos novos nesse disco e isso é algo que sempre fazemos. “Sempre colocamos 100% de energia e paixão. Falamos muito sobre tudo, especialmente quando chega a parte das letras e encontrar o melhor caminho para expressar o que queremos dizer”, afirma Kisser.

Andreas Kisser (guitarra), Derrick Green (vocal), Paulo Jr. (baixo) e Eloy Casagrande (bateria) celebraram recentemente os 33 anos de existência do Sepultura. Derrick tem um motivo a mais para comemorar: está há 20 anos à frente dos vocais da banda.

Links:
Site: www.sepultura.com.br
Facebook: www.facebook.com/sepultura
Instagram: @sepultura
Twitter: https://twitter.com/sepulturacombr
YouTube: https://www.youtube.com/user/sepulturacombr/featured


Postado em 30 de October de 2019 @ 8:49 pm | 19 views


O podcast Rock Add inaugura sua divisão ‘Rock Add Records’ com 2 lançamentos em CD; “Strength In Numbers” dos suecos do The Haunted, e “Macro” da banda ucraniana Jinjer.

“Strength In Numbers” é o 9º álbum – e mais recente – do The Haunted.

O disco traz 10 faixas, e apesar de ter sido lançado originalmente em 2017, não havia sido lançado por aqui.

A formação de “Strength In Numbers” traz Jonas Björler (baixo), Adrian Erlandsson (bateria), Patrik Jensen (guitarra), Marco Aro (bateria) e Ola Englund (guitarra).

Para quem não sabe, o The Haunted surgiu em 1996, derivado da banda At The Gates – quando essa deu uma pausa no mesmo ano.

“Strength In Numbers” chega esta semana (31/10), e marca o primeiro lançamento do Rock Add Records, com edição limitada em 300 cópias e Slipcase.

 

O segundo lançamento da Rock Add Records é “Macro” da banda ucraniana Jinjer, que acaba de ser lançado no mundo todo. O Jinjer está se destacando rapidamente no cenário mundial da música extrema – eles se intitulam como uma banda de “Progressive Groove Metal Wrecking Machine” – e vem sendo considerado uma das sensações da Europa.

Ano passado eles se apresentaram por aqui pela primeira vez, e em 2020 fazem seu retorno no mês de março, com shows em Limeira/SP (27/03 @Bar da Montanha) e São Paulo (28/03 @Carioca Club com a banda Venomous).

“Macro” é o quarto álbum do Jinjer – antes dele, em janeiro deste ano, lançaram o EP “Micro”, bastante elogiado pela mídia especializada.

A formação do Jinjer traz Tatiana Shmailyuk (vocais), Roman Ibramkhalilov (guitarra), Eugene Abdukhanov (baixo) e Vladislav Ulasevish (bateria).

“Macro” será lançado no Brasil entre os dias 15 e 20 de novembro de 2019.

Para adquirir basta entrar em contato através das redes sociais do Rock Add – em breve será lançada a lojinha do selo.

https://www.facebook.com/rock.add.br/
https://www.instagram.com/rock.add.br/
https://rockadd.com.br/

Ou: contato@rockadd.com.br Whats App 11-93031-8666


Postado em 01 de July de 2019 @ 10:23 pm | 149 views


Billy Sheehan, o lendário baixista das bandas Mr. Big, Talas, Sons Of Apollo, The Winery Dogs, entre tantos outros, se apresentará no Manifesto Bar, no dia 27/10 (Domingo).  Billy trará ao palco do Manifesto, toda sua experiência no hard rock, em um Master Class inédito e cheio de personalidade – com direito a Jam!

Para mais informações, siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/621547805001463/

Tocando atualmente com a super banda, Sons Of Apollo, Billy foi eleito pelos leitores da revista Guitar Player como “melhor baixista” por 5 vezes e seus solos foram comparados aos de Eddie Van Halen na guitarra.

O repertório de Billy no baixo inclui sofisticadas estruturas harmônicas entre outras técnicas.

Veterano, com mais de 4.000 shows participou também de turnês com Steve Vai, e também Tony Macalpine cuja formação do G3 era Malmsteen, Satriani e Vai, o que resultou em um DVD ao vivo. Billy também participou da banda de David Lee Roth nos anos 80.

Assista o solo de Billy Sheehan com o The Winnery Dogs:
https://www.youtube.com/watch?v=osPgcTFJOP0

SERVIÇO:

Live Co. e TC7 Produções apresentam: Masterclass + Jam com BILLY SHEEHAN!

Domingo, 27 de outubro de 2019 – 18h

Manifesto Bar
Endereço: Rua Iguatemi, 36, Itaim Bibi – São Paulo/SP
Fone: (11) 2574-5256 | WhatsApp (11) 94747-5883

1º Lote de ingressos já está à venda nas bilheterias do Manifesto e em: https://ticketbrasil.com.br/show/7131-billysheehan-saopaulo-sp/

***Ou nas bilheterias do Manifesto (sem taxa de conveniência).

Censura: 16 anos
Acesso a deficientes / ar condicionado
Wi-fi: a casa possui acesso a internet sem fio
Manifesto Bar – www.manifestobar.com.br
Serviço de Vallet: R$20,00

Realização: Live Co. e TC7 Produções

Páginas relacionadas:
https://www.facebook.com/Billy-Sheehan-36797576876/
https://www.facebook.com/livecolive/
https://www.facebook.com/tc7producoes/
https://www.facebook.com/manifestobaroficial/


Postado em 01 de July de 2019 @ 10:19 pm | 112 views


Em outubro acontece o “Guaru Metal Fest 2019”

Uma verdadeira celebração do Metal; é assim como podemos chamar a 8ª edição do Guaru Metal Fest. O evento acontece no dia 12 de outubro (sábado), no Clube Recreativo de Guarulhos (Rua Dr Nilo Peçanha, 111, Centro, Guarulhos – SP), e contará com 10 bandas, sendo 9 nacionais (Azul Limão, Mutilator, NervoChaos, Anarkhon, Otlaw, Necrohunter, Hell On Wheels, Living Metal e Facing Fear) e a lenda do Thrash Metal, norte-americana, Whiplash. O festival começa às 14h.

Para mais informações, siga a página do evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/362775131017351/

SERVIÇO:

GUARU METAL FEST 2019 (8ª Edição)

Dia: 12/10 (sábado)
Local: Clube Recreativo de Guarulhos (Rua Dr Nilo Peçanha, 111, Centro, Guarulhos – SP)

ATRAÇÕES:
Whiplash – New Jersey/ USA
Azul Limão – RJ
Mutilator – MG
NervoChaos – SP
Anarkhon – SP
Outlaw – SP
Necrohunter – PB
Hell On Wheels – SP
Living Metal – SP
Facing Fear – RJ

Local de venda de ingressos físicos:
Mutilation Records –Galeria do Rock (Rua 24 de maio 62, segundo andar loja 370.)

Ingressos Online:
https://www.clubedoingresso.com/evento/guarumetalfest-12-10-2019?fbclid=IwAR00c4VX4mHz963BBvLDd4SXVtvjA9n8m3bzpsGOOxmmmQr_JVNqJngt1mU

Primeiro Lote: R$ 60,00 até 30/06
Segundo Lote: R$ 80,00 a partir de 01/07.
Porta: R$ 100,00.

Classificação etária: +18

Imprensa:
lpmetalpress@gmail.com

Produção: Guaru Metal Fest
www.guarumetalfest.com.br

Páginas relacionadas:
https://www.facebook.com/guarumetalfest/
https://www.facebook.com/WhiplashThrash/
https://www.facebook.com/Azul-Lim%C3%A3o-113800435321071/
https://www.facebook.com/Mutilator-230312053646899/
https://www.facebook.com/NervoChaos/
https://www.facebook.com/anarkhon/
https://www.facebook.com/OutlawBlackMetal/
https://www.facebook.com/Necrohunterjp/
https://www.facebook.com/bandhellonwheels/
https://www.facebook.com/LivingMetalOfficial/
https://www.facebook.com/Facingfearhmb/
https://www.facebook.com/lpmetalpress/


Postado em 22 de June de 2019 @ 9:11 pm | 250 views


A banda mineira The Mist, que anunciou seu retorno em dezembro do ano passado, fará um show muito especial em São Paulo no dia 31/08 no SESC Belenzinho, show esse integrante da “The Scare Crow Tour XXI”.

Neste show recentemente anunciado pela banda, The MisT deverá rolar os clássicos da primeira fase da banda, quando foram lançados os álbuns “Phantasmagoria” e “The Hangman Tree”.

The MisT é composta atualmente ppor Jairo Guedez (ex- Sepultura, guitarra), Vladimir Korg (vocais), Chris Salles (bateria) e Wesley Ribeiro (Hells Punch, Hammurabi, Drowned – substituindo o baixista original Marcelo “Cello” Dias  que atualmente mora nos EUA).

 

Fonte: Facebook The MisT



TOP